sábado, 10 de março de 2012

Medalha Cinquentenário da Polícia Ambiental... errada!


Mais uma vez, observamos o desprezo pela leitura da norma de criação de uma medalha na hora de sua materialização.
Ninguém leu, ou, se leu, interpretou a norma e fez bobagem.
O decreto diz que a medalha do policiamento ambiental é dourada... e só!
Não há esmaltes nela. Em outra palavras a venera é só dourada.
Outro erro crasso é quanto às medidas e construção da fita.
Primeiramente, a fita foi, de fato “construída”, pois, é uma série de tecidos costurados uns sobre os outros.
Outro erro é que as cores deveriam ser todas da mesma largura, o que pelo método “Frankenstein” de costura de tecidos, tornou suas dimensões erradas.

4 comentários:

  1. Que triste isso.
    Espero um dia ganhar uma medalha dessas. E espero que ela seja correta.
    Amo a polícia ambiental e pretendo voltar para lá um dia.
    Usarei com orgulho assim como uma meu CEP Ambiental e o CEP Náutico.
    Aliais amigo, poderia colocar o brevê do CEP Náutico aqui em seu site?
    Abraços e parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Obrigado por prestigiar o blog.
      Eu nem não conhecia o CEP náutico. Vou pesquisar.
      Quanto ao distintivo do curso de policiamento ambiental, seria esse aqui?: http://medalhisticamilitarpaulista.blogspot.com.br/2012/09/distintivo-do-curso-de-policiamento.html

      Excluir
  2. Boa tarde. Sou oficial do Batalhão de Polícia Militar Ambiental da PMES e desejo obter mais detalhes sobre a Medalha Cinquentenário da Polícia Ambiental. Foi criada por qual Decreto? Como tenho acesso ao Decreto? Existe alguma Portaria do Comando Geral que regulamenta a concessão e outros detalhes? Agradeço antecipadamente a atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Medalha criada pelo Decreto Estadual n.º 44.488, de 06 de dezembro de 1999.

      Excluir