quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Medalha da FPSP Aos Tripulantes do JAHU - 1927


Medalhões de mesa, comemorativos ou em homenagem a pessoas, sempre são interessantes.
Este é um medalhão bastante significativo, pois se trata de uma homenagem da Força Pública paulista aos tripulantes do JAHU em 1927, que tinha um integrante da FP, o então Tenente João Negrão, como co-piloto.
João Ribeiro de Barros e mais três tripulantes: João Negrão como co-piloto, Newton Braga como navegador, e Vasco Cinquini como mecânico, fizeram primeira travessia aérea sem escalas do Atlântico Sul, em 1927.
Após uma saga envolvendo até sabotagens, o JAHU voou durante 12 horas ininterruptas da europa ao Brasil.
Todo o país explodiu em comemorações e acolhidas festivas aos aviadores em todas as demais etapas do percurso até à conclusão do reide na represa de Guarapiranga no então município de Santo Amaro, em São Paulo.
Este exemplar da medalha está exposto na Sociedade Numismática Brasileira.
O Coronel Edilberto de Oliveira Mello, em seu livro “asas e glórias”, comentou a respeito de uma medalha de ouro dada aos componentes do Jahu.
Imagino que essa seja uma prova de cunho.
Agradeço ao meu amigo e um dos diretores da Sociedade Numismática Brasileira em São Paulo Marcelo Augusto Tibúrcio a gentileza de ceder as imagens da medalha.
Existiram inúmeras outras medalhas e prêmios dados aos tripulantes do JAHU, que serão objeto de outras postagens.

Um comentário:

  1. Excelente!! Como diriam os Coronéis Canavó e Edilberto: a "Epopéia do Jahú"!

    ResponderExcluir