quinta-feira, 26 de julho de 2012

Medalha Lealdade e Constância - 1939-1953


A medalha “LEALDADE E CONSTÂNCIA” substituiu a “MEDALHA DO MÉRITO MILITAR”, mas, tinha o mesmo objetivo que a primeira: premiar o trabalho em função do tempo de serviço do miliciano.
Para entender a mudança, é preciso lembrar que esse período coincide com o “Estado Novo” de Getúlio Vargas que alterou desde a designação da Instituição – de Força Pública para Força Policial – como sua forma de atuação, passando por outros detalhes, como a própria medalha de tempo de serviço.
Na época se usou como pretexto para a mudança o argumento de que o termo “medalha do mérito militar” poderia se confundir com a “ordem do mérito militar” (mesmo a Ordem do Mérito Militar tendo sido criada bem depois).
Uma curiosidade é que a imagem do fuzil e a espada aparecem de maneira invertida em relação à descrição contida no decreto.
O tempo de serviço também foi alterado nessa época para dez anos para o grau bronze, vinte anos para o grau prata e trinta anos para o grau ouro.
Abaixo, um objeto mais raro que a própria medalha: sua caixa:
O Decreto Estadual n° 10415, de 11/08/1939 oficializou o uso da medalha LEALDADE E CONSTÂNCIA.
Este exemplar foi obtido, novamente com meu amigo e colecionador Alfredo Duarte dos Santos.
A medalha anterior, a Mérito Militar pode ser vista clicando aqui.
A medalha posterior, a “VALOR MILITAR” pode ser vista aqui

4 comentários:

  1. Caraca Galdino.
    Essa informação me pegou. Rsrsrss
    Isso, porque vi uma medalha dessa a venda e reputei que a fita estava errada. Que ignorância da minha parte.
    Obrigado por me ensinar mais uma.

    ResponderExcluir
  2. Olá, meu amigo Giovanni!
    Realmente, as variantes das medalhas geram confusão.
    Por isso resolvi me focar só em medalhística militar paulista.
    Ainda assim, volta e meia levo bronca de alguns leitores!

    ResponderExcluir
  3. Prezado Galdino. Esta medalha tem valor comercial para colecionadores? Eu tenho uma medalha desta, que meu pai deve ter arrematado em algum leilão, e estou buscando uma referência para a venda.

    Obrigado.

    Marcelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marcelo.
      Quem coleciona medalhas militares paulistas se interessa por ela sim.
      Eu publiquei o artigo, mas, eu mesmo não tenho um exemplar e estou interessado.
      Me contate pelo email galdino.neto@hotmail.com.br e faremos negócio.

      Excluir